logo
MENU

Cinto RA Complet Inox CC102 - STec

  • Cinto / Cinturão paraquedista para trabalho em altura, com 5 pontos de ancoragem (argola em inox) STEC para acesso por corda e resgate

  • Modelo/Marca: Paraquedista
  • Disponibilidade: Sem estoque
  • Fabricante:STec
  • Cinto: Cinturão, Cinto, Cinto paraquedista, Cinto PQD
  • 5 em 1 avaliações.  Dê a sua avaliação!  |   Tire suas dúvidas
Tamanho
R$ 800,00
em até 6x de R$ 133,33 sem juros ou em até 12x de R$ 75,60 no cartão ou R$ 744,00 à vista com 7% desconto
Esse produto encontra-se indisponível.Deixe seu contato que avisaremos quando chegar.
Compre na Loja Nerea que é uma loja especialista em trabalho em altura e acesso por corda o Cinturão de Segurança TIPO PARA-QUEDISTA  da STec modelo Cinto RA Complet Inox CC102 que  foi desenvolvido para acesso por corda ou atividades em altura que envolva risco de queda.
O Cinto RA Complet Inox CC102 possui seis fivelas em aço inox, cintura acolchoada, e elementos de engate em aço inoxidável o que garante maior durabilidade em trabalhos pesados.

Possuí 5 pontos de ancoragem / elemento de engate, sendo dois nas laterais para uso com talabarte de posicionamento, um abdominal, um peitoral e um nas costas. Sua regulagem também é bastante ampla e está presente tanto nas perneiras, como cintura e no tronco, feita através de seis fivelas em aço inox, autoblocantes (que impedem que o trabalhador se esqueça de travá-las.) de fácil manuseio que possibilitam ajuste rápido e ergonômico.

A Cintura e apoios fabricados com materiais acolchoados, revestido com tecidos transpiráveis que ajudam evaporar o suor. Suas costuras de alta resistência são feitas em cor contrastante para facilitar a inspeção e dar maior segurança ao operador. Nos modelos CC 102 estes elementos de engate são fabricados em aço inox e nos modelos CC 202 em alumínio. O equipamento foi projetado para o uso de uma pessoa.

A compra do cinturão paraquedista com cinco pontos de ancoragem é indicada e recomendada para profissionais e trabalhadores que procuram um cinturão para trabalho em altura completo a um preço bom que possa oferecer conforto e segurança durante o trabalho em altura onde exista a pratica do rapel / acesso por corda e nos trabalhos estacionários e de posicionamento conforte NR35 e Anexo 1 da Nr35 ? Trabalho em Altura.Este cinto / cinturão atende as normas NBR 15835:2010 / NBR 15836:2010 / EN 361 / CA 36678


Princípio de funcionamento do Cinto RA Complet Inox CC102 da Stec

O equipamento é constituído de duas peças, superior e inferior, que juntas formam o Cinto RA Complet, equipamento desenvolvido para trabalho em altura. O Cinto RA Complet é um EPI e este produto não deve ser utilizado fora das recomendações descritas neste manual. Carga Segura de Trabalho (CST) testado para o uso de uma pessoa com até 140 Kg. Durante o período de vida útil do equipamento verifique as condições das costuras. Este produto somente deve ser utilizado por pessoas devidamente treinadas. O uso indevido pode causar danos e acidentes graves, inclusive morte. Os usuários assumem todo o risco e responsabilidade, por todo e qualquer dano ou ferimento que envolva a utilização deste produto. Não utilize este equipamento para nenhum outro fim ao qual não tenha sido projetado. NOTA: Amassa de ensaio para certificação utilizada é de 100 kg.

INDICADOR DE QUEDA SEVERA
O Cinto RA Complet Stec possui pontos estratégicos nos cinturões que indicam a necessidade de análise e inspeção em caso de queda severa do usuário

Atenção, após a retenção de uma queda severa ocorre o rompimento da costura indicativa no peitoral do cinto (fig 01). Caso a queda seja retida pelo elemento de engate dorsal, ocorre um rasgo no acolchoado (fig 02) e forro do cinto (fig03). Este rasgo é um indicativo de que o cinto reteve uma queda severa. Este rasgo não compromete a segurança e integridade imediata do usuário porém, o cinto deve ser retirado de uso após a retenção de uma queda severa.

Atenção:

O cinto individualmente não é um dispositivo antiqueda, é necessário complementar o sistema de proteção contra queda com diferença de nível com os componentes adequados com as normas NBR 15834 - NBR 15837 - NBR 14626. O cinto deve ser descartado após a retenção de uma queda.
O prazo máximo de validade:
Mesmo que o equipamento não seja utilizado, deverá ser retirado de uso. O prazo máximo não poderá exceder 10 anos. Para isso, as orientações de inspeção deverão ser seguidas. Obsolescência: este cinto pode se tornar obsoleto antes do final da sua vida útil. Razões para isso podem incluir mudança nas normas aplicáveis, regulamentos, legislação, desenvolvimento de novas técnicas , incompatibilidade com outros equipamentos e etc.

 
Opinião dos consumidores
  • 5 100% | 1 Votos
  • 4 00% | Nenhum voto
  • 3 00% | Nenhum voto
  • 2 00% | Nenhum voto
  • 1 00% | Nenhum voto
Avaliação geral:55 de 5 estrelas
E você, o que achou?
Compartilhe sua opinião com a gente!
Ver todos os comentários sobre esse produto

Aproveite e veja também

Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual