Verifica

cordas

Para os praticantes de esportes que envolvem cordas como rapel e canionismo e para aqueles que usam a corda para trabalho como alpinistas industriais, resgatistas entre outros, há uma maneira de verificar a qualidade do produto que você está usando. 

Em 2012, entrou em vigor uma norma da ABNT(NBR 15986:2011) que especifica os requisitos mínimos para a criação de cordas(alma e capa trançadas e de baixo coeficiente de alongamento) com 8,5 mm e 16 mm. 

Essa norma importa padrões de qualidade europeu para as cordas produzidas nacionalmente, visando melhorar a segurança dos usuários, além de fornecer um laudo de ensaio emitido pelo Inmetro

 É muito importante verifcar a qualidade dos equipamentos para trabalho em altura, pois há um investimento por trás e não pode haver falhas. Uma vez que as falhas são quase sempre fatais ou causam traumas grandes que invalidam o trabalhador. 

Essas normas podem até encarecer as cordas, mas com total certeza, dão muito mais segurança ao usuário quando ele estiver há alguns andares do chão e faz com que a empresa e a equipe trabalhe dentro das normas. 

Um outro exemplo de normas e certificações é o CE(Conformidade Européia), onde a única corda nacional que possui esse certificado é a Polaris de 10mm, 11mm e 12mm. 

Existem outras certificações internacionais como o UIAA er NFPA que garantem a qualidade das cordas e de outros equipamentos de altura. 

Vale lembrar que existe a NR 35, uma norma específica para o trabalho em altura. 


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Por favor aguarde...