Slackline fronteiriço desafia política Norte Americana

slackline

O momento político dos Estados Unidos e do México é bem peculiar, afinal de contas o presidente americano está querendo construir um muro nas fronteiras dos países. 

A vontade do presidente divide opiniões, há quem gosta, há quem não gosta e há aqueles que aproveitam a oportunidade para fazer um highline entre a fronteira dos países. 

Um grupo de 11 pessoas, chamadas de Highline International Love, construíram um slackline que vai do estado mexicano Chihuaua até o estado americano Texas. 

O grupo é composto por 5 americanos e 6 mexicanos, e eles já são conhecidos por desenvolverem slacklines bem radicais e extremos. 

O slack propriamente dito possui 100 metros de extensão e 150 metros de altura, a atração cruza o Rio Bravo e o Cânion de Santa Elena. 

O grupo pratica slackline na modalidade highline, que é uma das modalidades do slack! 

 

Slackline

É um esporte que trabalha, principalmente, o equilíbrio. Para praticar slackline, você vai precisar de dois pontos de ancoragem em paralelo um com o outro e uma fita especial para a prática. 

As primeiras práticas de slackline foram datadas na década de 80, no Vale de Yosemite, nos Estados Unidos. No início, montanhistas e escaladores esticavam cordas nos tempos vagos e tentavam se equilibrar, como uma maneira de passar o tempo. 

Há varias modalidades, mas as três principais são: Waterline, Highline e Trickline. 

Waterline: Os pontos de ancoragem são feitos em cima de um ambiente molhado como piscina, rio, lago e similares. 

Highline: É a modalidade mais radical do slack já que envolve alturas extremas e lugares bem exóticos. 

Trickline: Mais perto do chão, profissionais dão cambalhotas, fazem piruetas e vários tipos de manobras. Há campeonatos de trickline. 

 

Highline International Love

O grupo surgiu com o objetivo de praticar slackline na região, porém, com o passar do tempo, o grupo ganhou uma importância social, política e espiritual. 

Falando um pouco sobre essa relação com os problemas fronteiriços envolvendo o país americano e o México, o grupo falou:

Estamos aqui para nos unir, para compartilhar, para nos ajudar. 

 

Antes de finalizar, deixamos claro que não criamos esse texto para criticar ou apoiar a decisão do Trump, estamos apenas comentando sobre o highline entre a fronteira dos países. 

Vocês aí que são fãs de slack, qual a modalidade preferida de vocês?

 

 


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Por favor aguarde...