Montagem de Tirolesa em BH

Tirolesa Nerea

Adrenalina. Frio na barriga. Emoção. Você já sentiu isso? Imagine-se suspenso sendo segurado por um cabo de aço, descendo em linha reta pelas alturas sobre árvores, prédios ou dois pontos seguros em alta velocidade.

Você está morrendo de medo mas não pode controlar quando vai parar, apenas aproveitar cada dose de adrenalina que seu corpo produz enquanto fica mais próximo do ponto de chegada.

Até que chegue lá não tem volta e a cada instante que passa você não consegue pensar em nada, apenas naquele momento até finalmente estar em terra firme.

Então você percebe que aproveitou uma das aventuras mais incríveis da sua vida.

A tirolesa é um esporte de aventura que proporciona grande adrenalina e uma sensação incrível de superação a quem a pratica.

 

Como Funciona A Tirolesa?

Tecnicamente falando, na tirolesa a pessoa se desloca numa cadeira de alpinismo fixada através de roldanas conectadas por mosquetões por meio de um cabo aéreo firmado horizontalmente entre dois pontos.

As tirolesas são montadas de duas formas: horizontalmente, com dois pontos distantes fixados no mesmo nível ou altura, ou inclinada, com um ponto em desnível em relação ao outro.

Existem três tipos de tirolesas: a molhada, em que após percorrer uma plataforma o esportista termina numa queda em rio ou lago, a seca que termina num ponto em terra e a modalidade mais recente “fantasticable” em que o corpo fica na horizontal, o que aumenta a sensação de voo.

 

Projeto Para Construção De Tirolesa

O projeto para construção de tirolesa deve ser feito por profissionais ou empresa devidamente qualificada. A qualificação significa que os profissionais conhecem e aplicam as normas estruturais e operacionais e relativas ao uso dos materiais.

Esses profissionais, por sua vez, observam alguns pontos de atenção no projeto para construção de tirolesa, como por exemplo:

  • Levantamento de solo para a montagem das bases e topográfico para fixar a distância, altura, inclinação, ângulo em relação às bases, e construções como torre e plataforma de lançamento;
  • Seleção do cabo, de acordo com cálculos e levando em consideração peso, tensão e distância do cabo.

Na construção da tirolesa alguns dos equipamentos de segurança usados são as cordas ou cabos de aço e sua metragem depende da distância a ser percorrida. Para a ancoragem, são necessárias fitas, roldanas e mosquetões.

É possível planejar a intensidade no projeto de construção da tirolesa. Para isso são calculadas as variações de comprimento, altura e velocidade a ser alcançadas e a com isso construir a tirolesa mais ou menos radical.

É importante pontuar que as normas técnicas de atividade em altura devem ser observadas quando a tirolesa for planejados e executados, principalmente no que diz respeito aos equipamentos de segurança.
 

Equipamentos De Segurança

A tirolesa segue normas que especificam os equipamentos de segurança a serem usados, nível de preparo dos instrutores, equipamento e profissionais para emergências.

Os equipamentos de segurança mais usados são a cadeirinha de rapel, capacete e luvas. A cadeira é ligada à corda ou cabo de aço por meio do mosquetão, fita e roldanas. A margem de falha desses equipamentos é quase zero, uma vez que são duplicados para eliminar quaisquer riscos.

 

Tirolesa em BH

Em Belo Horizonte o Parque das Mangabeiras - apesar de permanecer temporariamente fechado - é um ponto turístico muito conhecido da capital mineira onde dezenas de pessoas de diversas idades praticam o esporte todo mês.

O NEREA realiza a montagem, manutenção, treinamento de monitores  para a prática de vários esportes, inclusive a tirolesa.

O NEREA se preocupa com a integridade dos recursos que utiliza, bem como com a preparação de sua equipe. Conheça os serviços que oferecemos e acompanhe em nosso blog as dicas e notícias sobre esportes de aventura em Belo Horizonte.

 

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Por favor aguarde...